HONDURAS

CIDADES VISITADAS: Utila e San Pedro Sula.

CUSTO: Baixo

MOEDA: Lempira.

DESTAQUES: O baixo custo para fazer curso de mergulho em Utila e a animação noturna na ilha com vários mochileiros.

LÍNGUA: Espanhol.

Palavras úteis em Espanhol: Oi = Hola, Obrigado = Gracias, Cerveja = Cerveza

VISTO: Brasileiros não precisam de visto para turismo por até 30 dias.

 

Honduras costuma ser lembrada internacionalmente pelo lado ruim. E leva a fama por causa da cidade de San Pedro Sula, considerada a mais violenta do mundo, por causa do tráfico, crimes com armas de fogo e problemas urbanos. Não à toa, o país não está entre os mais turísticos da região, mas não é por falta de atrações, principalmente naturais. As Bay Islands são o principal destino dos viajantes, Utila atrai quem quer pagar pouco para aprender a mergulhar. Por ali, várias pequenas ilhas com palmeiras e mar cristalino fazem você lembrar que está no Caribe. O país ainda oferece rios e cachoeiras para a prática de esportes radicais, tudo isso a preços baixos, além das ruínas maias de Copán. Com as precauções necessárias e evitando certos lugares, as lembranças hondurenhas certamente serão agradáveis.

Novalja

UTILA

O mergulho mais barato do mundo e o Caribe mochileiro

Utila

ROTEIRO: AMÉRICA CENTRAL

Roteiro de 36 dias por Panamá, Costa Rica, Nicarágua, Honduras, Guatemala, Belize, México e Colômbia

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube ícone social

@BoraViajarAgora

PESQUISAR

PARCEIROS

- PLANEJE SUA VIAGEM POR AQUI:
Pesquise e faça suas reservas pelos links abaixo. Você não paga NADA a mais por isso, e o Bora ganha uma pequena porcentagem!

RESERVE SEU HOTEL

FAÇA SEU SEGURO

ALUGUE SEU CARRO

COMPRE SEU PACOTE

COMPRE SEU INGRESSO

Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados - BORA VIAJAR AGORA

Todo o conteúdo do Bora Viajar Agora está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Portanto, é vedada qualquer reprodução ou divulgação dos textos e imagens, com ou sem fins lucrativos, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem consulta e aprovação prévia dos editores.