France-flag

CASTELO DE CHANTILLY: como ir, o que ver, dicas

Artes, casamentos e o famoso creme chantilly: guia completo para a visita
Publicado em:

Localizado a 25 minutos de trem de Paris, o Castelo de Chantilly é daqueles passeios agradáveis que você pode fazer em um bate-volta no mesmo dia a partir da capital da França. Por lá, além  de jardins e do luxuoso palácio da era medieval que começou a ser construído em 1358, foi destruído durante a Revolução Francesa e ficou pronto novamente em 1882, espere encontrar mais atrações interessantes e até curiosas. Conhecido também como o castelo das artes, tem o segundo maior acervo de pinturas antigas do país, ficando atrás apenas do Louvre. Foi ali também que o cozinheiro François Vatel (1631-1671) criou o famoso creme de chantilly, que é servido até hoje para os visitantes. E para quem pensa que conhece o nome deste castelo por outra razão: o local foi palco da festa de casamento de Ronaldo e Daniella Cicarelli, em 2005, e oferece a quem quiser (e tiver milhões na conta) a possibilidade de fazer eventos privados.

O CASTELO:

Chamado de Domaine de Chantilly, o complexo de divide em três partes: castelo, parque e grandes estábulos. O ingresso que dá acesso a esses três lugares custa 17 euros, mas é possível visitar apenas o parque e seus jardins, por 8 euros. O horário normal de abertura é das 10h às 18h na alta temporada, do fim de março a outubro, e das 10h30 às 17h nos outros meses. O castelo é formado por dois edifícios, o Grand Château e o Petit Château, e tem diversas salas decoradas e mobiliadas, que foram os apartamentos dos Príncipes de Condé. Nesta parte interna também está o Museu Condé, que abriga uma rica coleção de pinturas, acervo particular do Duque d’Aumale, e uma biblioteca com documentos históricos.

Na parte externa, está um enorme parque com 155 hectares, que conta com o jardim de Le Nôtre e seus espelhos d’água (que parece um pouco o jardim do Palácio de Versalhes), o jardim Anglo-Chinês, o jardim Inglês, um lago e até uma área onde ficam cangurus. Na alta estação, de maio a setembro, há uns trenzinhos circulando pelo parque, ao custo de 5 euros por pessoa. Importante ficar atento para o horário de visita a esta imensa área verde, já que no inverno escurece bem mais cedo.

Em outra construção no complexo de Chantilly estão os Grandes Estábulos, ou Grandes Cavalariças, os maiores da Europa, que abrigam o Museu do Cavalo e mostram a história e a importância da relação deste animal com o homem desde o início da civilização. Ali também é possível assistir a um espetáculo equestre, que dura 30 minutos e custa 21 euros (ingresso do show + Grandes Estábulos) ou 30 euros (show + todo o Domaine de Chantilly).

Mais informações, preços e horários no site oficial do Castelo de Chantilly.​

ONDE COMER:

O Castelo de Chantilly possui três restaurantes, e é neles que o visitante pode provar a grande especialidade da região, o creme chantilly, açucarado, feito de creme de leite, receita que foi criada na cidade por François Vatel. Você pode pedir uma taça apenas com chantilly, café com chantilly, sorvete com chantilly, bolo com chantilly… Enfim, o que vale é experimentar o chantilly original “direto da fonte”. O restaurante onde nós comemos é o Hameau, que fica em uma casa rústica na área do parque. Há um outro que fica na parte interna do castelo, o La Capitainerie, e mais um nos estábulos, o Le Café Les Écuries. Todos possuem mais opções de pratos e menu de almoço.

COMO IR:

O castelo fica localizado na cidade de Chantilly, no departamento de Oise, região da Picardia, a 40km ao norte do centro de Paris. É possível chegar até lá de carro ou com excursões, mas a maneira mais prática é ir de trem. Saindo da Gare du Nord, são 25 minutos de trem comum, linha H, até a estação Chantilly-Gouvieux, por 8,70 euros cada trecho a tarifa normal. É bom consultar os horários antes no site da SNCF, pois em determinados dias a frequência dos trens diretos não é tão grande. Outra opção, mais barata, mas mais demorada, é pegar o RER linha D, que demora 45 minutos de Châtelet-Les Halles até lá. Evite tentar alternativas com conexões no caminho, pois onde a espera pode ser longa nessas estações menores.

Chegando em Chantilly, são 2km da estação até o castelo, trajeto que pode ser feito em 20 minutos de caminhada, com um ônibus gratuito (que não circula aos domingos e feriados) ou de táxi (8 euros).

QUER SABER MAIS SOBRE PARIS ? ACESSE TAMBÉM:

– Site oficial da cidade

Tiago Leme
Tiago Lemehttps://www.boraviajaragora.com/
Jornalista, autor do Bora Viajar Agora, atualmente morando em Paris, trabalhando como freelancer. Já visitei 77 países. Os posts escritos neste blog são relatos de minhas viagens, com dicas e informações para ajudar outros viajantes.

Leia Também

PALÁCIO DE VERSALHES: como ir, o que ver, dicas

Residência da família real, Jardins e Trianons: guia completo para a visita

MONTMARTRE: o que fazer, onde comer, dicas

Sacré-Coeur, Moulin Rouge, pintores e souvenirs: guia completo para a visita

PARIS: o que fazer, dicas e roteiro de 5 dias na capital francesa

Torre Eiffel, Louvre, pôr do sol no Sena e piquenique: saiba o que fazer em cinco dias na capital francesa

5 COMENTÁRIOS

  1. Estava achando engraçado um lugar chamar Chantilly, mas faz sentido se o chefe criou essa iguaria maravilhosa por lá! 😀

  2. Atualmente ir de RER D está mais caro do que o trem que parte da Gare du Nord. Além de demorar mais (50min) e ter pouquíssimos trens (a estação Chantilly é a penúltima, então vem poucos trens que vão até lá, a maioria vão só até estações mais movimentadas e próximas de PARis). Escrevo isso aqui da estação Les Hales, esperando um trem que me leve a Chantilly já faz quase 2h, então melhor considerar apenas os horários dos trens diretos 

    • Oi Maurício, Legal você contar o que passou e destacar isso aqui nos comentários. Agradeço. Isso dá ainda mais ênfase no que eu escrevi no post, na parte que explico como ir até Chantilly. Sem dúvida, a melhor opção é ir de trem que sai da Gare du Nord. O RER é de fato mais demorado e tem menor frequência. Espero que você tenha aproveitado o passeio. Abraço

  3. Olá, gostaria de saber como assistir uma corrida de cavalos, como saber as datas e comprar ingresso para corrida de cavalos em chantilly. Obrigada, 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Posts

SAINT BARTH: as melhores praias, o que fazer, como ir

Uma (tentativa de) viagem barata na ilha francesa dos milionários e celebridades no Caribe

GORGES DU VERDON: como ir, o que fazer, onde ficar

Um dia no maior cânion da Europa, com pedalinho no lago e os campos de lavanda

MARSELHA: como ir às calanques, o que fazer, onde ficar

As belas calanques, praia, sol, imigrantes e uma França bem diferente da capital

SÃO PETERSBURGO: o que fazer, roteiro, dicas de viagem

Com toque europeu, a luxuosa cidade imperial dos czares russos, cultura e as noites brancas

IOS: festas, praias e o que mais fazer nesta ilha grega

A ilha grega com festas o dia inteiro e diversão garantida a preços baixos