#

BORAPRAPARIS

CASTELO DE CHANTILLY

Artes, casamentos e o famoso creme chantilly: saiba como ir

Publicado em: 01/02/2018

Localizado a 25 minutos de trem de Paris, o Castelo de Chantilly é daqueles passeios agradáveis que você pode fazer em um bate-volta no mesmo dia a partir da capital da França. Por lá, além  de jardins e do luxuoso palácio da era medieval que começou a ser construído em 1358, foi destruído durante a Revolução Francesa e ficou pronto novamente em 1882, espere encontrar mais atrações interessantes e até curiosas. Conhecido também como o castelo das artes, tem o segundo maior acervo de pinturas antigas do país, ficando atrás apenas do Louvre. Foi ali também que o cozinheiro François Vatel (1631-1671) criou o famoso creme de chantilly, que é servido até hoje para os visitantes. E para quem pensa que conhece o nome deste castelo por outra razão: o local foi palco da festa de casamento de Ronaldo e Daniella Cicarelli, em 2005, e oferece a quem quiser (e tiver milhões na conta) a possibilidade de fazer eventos privados.

                 O CASTELO:

Chamado de Domaine de Chantilly, o complexo de divide em três partes: castelo, parque e grandes estábulos. O ingresso que dá acesso a esses três lugares custa 17 euros, mas é possível visitar apenas o parque e seus jardins, por 8 euros. O horário normal de abertura é das 10h às 18h na alta temporada, do fim de março a outubro, e das 10h30 às 17h nos outros meses. O castelo é formado por dois edifícios, o Grand Château e o Petit Château, e tem diversas salas decoradas e mobiliadas, que foram os apartamentos dos Príncipes de Condé. Nesta parte interna também está o Museu Condé, que abriga uma rica coleção de pinturas, acervo particular do Duque d’Aumale, e uma biblioteca com documentos históricos.

 

Na parte externa, está um enorme parque com 155 hectares, que conta com o jardim de Le Nôtre e seus espelhos d’água (que parece um pouco o jardim do Palácio de Versalhes), o jardim Anglo-Chinês, o jardim Inglês, um lago e até uma área onde ficam cangurus. Na alta estação, de maio a setembro, há uns trenzinhos circulando pelo parque, ao custo de 5 euros por pessoa. Importante ficar atento para o horário de visita a esta imensa área verde, já que no inverno escurece bem mais cedo.

 

Em outra construção no complexo de Chantilly estão os Grandes Estábulos, ou Grandes Cavalariças, os maiores da Europa, que abrigam o Museu do Cavalo e mostram a história e a importância da relação deste animal com o homem desde o início da civilização. Ali também é possível assistir a um espetáculo equestre, que dura 30 minutos e custa 21 euros (ingresso do show + Grandes Estábulos) ou 30 euros (show + todo o Domaine de Chantilly).


Mais informações, preços e horários no site oficial do Castelo de Chantilly.

             ONDE COMER:


O Castelo de Chantilly possui três restaurantes, e é neles que o visitante pode provar a grande especialidade da região, o creme chantilly, açucarado, feito de creme de leite, receita que foi criada na cidade por François Vatel. Você pode pedir uma taça apenas com chantilly, café com chantilly, sorvete com chantilly, bolo com chantilly… Enfim, o que vale é experimentar o chantilly original “direto da fonte”. O restaurante onde nós comemos é o Hameau, que fica em uma casa rústica na área do parque. Há um outro que fica na parte interna do castelo, o La Capitainerie, e mais um nos estábulos, o Le Café Les Écuries. Todos possuem mais opções de pratos e menu de almoço.

               COMO IR:

 

O castelo fica localizado na cidade de Chantilly, no departamento de Oise, região da Picardia, a 40km ao norte do centro de Paris. É possível chegar até lá de carro ou com excursões, mas a maneira mais prática é ir de trem. Saindo da Gare du Nord, são 25 minutos de trem comum, linha H, até a estação Chantilly-Gouvieux, por 8,70 euros cada trecho a tarifa normal. É bom consultar os horários antes no site da SNCF, pois em determinados dias a frequência dos trens diretos não é tão grande. Outra opção, mais barata, mas mais demorada, é pegar o RER linha D, que demora 45 minutos de Châtelet-Les Halles até lá. Evite tentar alternativas com conexões no caminho, pois onde a espera pode ser longa nessas estações menores.

 

Chegando em Chantilly, são 2km da estação até o castelo, trajeto que pode ser feito em 20 minutos de caminhada, com um ônibus gratuito (que não circula aos domingos e feriados) ou de táxi (8 euros).

 Tem mais dicas sobre o Castelo de Chantilly? Alguma indicação sobre esta atração? Escreva na caixa de comentários e ajude a acrescentar mais informações. Vamos atualizar este post constantemente!

QUER SABER MAIS SOBRE PARIS ? ACESSE TAMBÉM:

 

- Site oficial da cidade

 

  • Facebook Social Icon
  • Instagram
  • Twitter Social Icon
  • YouTube ícone social

@BoraViajarAgora

PESQUISAR

PARCEIROS

- PLANEJE SUA VIAGEM POR AQUI:
Pesquise e faça suas reservas pelos links abaixo. Você não paga NADA a mais por isso, e o Bora ganha uma pequena porcentagem!

RESERVE SEU HOTEL

FAÇA SEU SEGURO

ALUGUE SEU CARRO

COMPRE SEU PACOTE

COMPRE SEU INGRESSO

Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados - BORA VIAJAR AGORA

Todo o conteúdo do Bora Viajar Agora está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Portanto, é vedada qualquer reprodução ou divulgação dos textos e imagens, com ou sem fins lucrativos, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem consulta e aprovação prévia dos editores.