Croatian-flag

NOVALJA (Zrce Beach): as melhores festas e praias, como ir

A Ibiza croata! Um destino barato para baladas no verão europeu
Publicado em:

Quando fui a Novalja: Agosto de 2010

Quanto tempo: 3 dias

Sem dúvida nenhuma e sem medo de errar: quer diversão? Vá para a Croácia. Claro, existem outros inúmeros destinos recomendáveis, mas as paradisíacas ilhas croatas com as suas vibrantes baladas eram o novo point do verão europeu quando fui pra lá em 2010, e pelo jeito continuam fazendo sucesso entre os baladeiros.

Passei oito dias em diversas cidades do país, como a badalada Hvar, mas foram três noites em Novalja, na ilha de Pag, que pode até ser considerada a nova Ibiza. Muitos conhecem o local apenas como Zrce Beach, praia onde ficam as famosas baladas à beira-mar. Novalja ainda era um novo point do verão europeu naquela época, e segue atraindo muita gente. Todo ano durante julho e agosto milhares de jovens migram para lá em busca das festas.

Por ser um lugar que ainda não era explorado por muitos, o nível do público estava bem selecionado. Na estatística feita por nós mesmos, croatas e eslovenas foram as nacionalidades (em quantidade e em qualidade) mais encontradas por lá. Claro, também há muitas italianas (pela proximidade geográfica). Mas nada se compara à babilônia que se tornou a popular Ibiza, lugar mais do que manjado do verão, onde podemos encontrar hordas de ingleses, escoceses, brasileiros, italianos, americanos, entre outras coisas mais.

Outro ponto positivo para Novalja: o preço das coisas ainda era baixo comparado aos outros lugares (cerca de 3 euros por uma cerveja long-neck dentro da balada). O pequeno centro de Novalja ainda estava em crescimento, mas já existiam boas opções de restaurantes, bares e supermercados. Por outro lado, havia dificuldades para transporte e hospedagem.

TRANSPORTE:

Quando fui, eu morava em Londres, então peguei um voo da Ryanair de lá para Zadar, cidade que tem o aeroporto mais perto de Novalja. De todas as viagens que eu fiz, essa talvez tenha sido uma das com menor planejamento. Chegando na Croácia, a primeira missão era saber se valeria a pena alugar um carro. Por economia, optamos por não pegar, mas pela comodidade é uma opção que deve ser considerada. Dormimos uma noite em Zadar, e no dia seguinte pela manhã fomos até a rodoviária, compramos a passagem na hora mesmo, e após cerca de uma hora e meia de ônibus (8 euros) chegamos a Novalja.

O grande problema da cidade naquela época era o transporte. Em 2010, existiam raríssimos táxis na ilha, e os ônibus entre o centro e Zrce Beach eram pouco freqüentes durante a noite. No entanto, atualmente a circulação de ônibus melhorou bem neste trajeto durante o verão, e a volta da balada para o centro ficou mais fácil, mesmo de madrugada. No nosso caso, tivemos dificuldades para circular entre o apartamento que ficamos e a praia onde acontecem as festas. O aluguel de um carro teria sido uma ótima alternativa.

HOSPEDAGEM:

A falta de estrutura foi um empecilho em um local em desenvolvimento. Não existia hostel (albergue) por lá. Hotéis eram poucos, por isso, com preços altíssimos. A solução foi alugar apartamento através de anúncios em alguns sites na internet, negociando direto com os donos (vale lembrar que ainda não existia Airbnb). O problema era: as boas opções se esgotavam com vários meses de antecedência. Fechamos um apartamento (Apartmani Nada) até que legal um mês antes de viajar, por 60 euros a diária para três pessoas, mas a localização não era das melhores. Ficava em Stara Novalja, bairro que não possui transporte público nem para o centro e nem para Zrce Beach. Com isso, dependíamos dos poucos táxis para fazer o trajeto. Atualmente, a estrutura por lá está melhor, então existem mais opções de hospedagem, mas o aluguel de apartamentos continua sendo bem comum e uma ótima opção.

– FAÇA AQUI A SUA RESERVA PELO BOOKING.COM OU HOSTELWORLD.COM

FESTA:

Vamos ao que interessa: Zrce Beach. Lá é onde o bicho pega. A praia de pequenas pedrinhas (sim, areia é sonho) com um belo visual é o ponto de partida para o dia de festa. Depois de aproveitar o sol e o mar, é hora de ir para a balada. O principal club é o Papaya, mas também existem outros por ali, como o Aquarius e o Kalypso. Pagamos apenas 110 kunas (ou 15 euros) pelo ingresso válido por quatro dias no Papaya, incluindo tardes (das 16h às 20h30) e noites (23h às 6h). Aproveitamos três dias de festa (quinta, sexta e sábado) durante o After Beach Festival, evento que reuniu o DJ David Morales, The Shapeshifters e Dirty South, e o negócio foi bem bom.

Na época, me arrisquei a dizer que o Papaya era a melhor balada que já tinha ido em minha vida, em todos os sentidos: estrutura, público, ambiente, música, etc… Espaço grande, lotado, mas sem empurra-empurra, vários bares, piscinas e, claro, loiras e pegação. Ahhhh, o verão!!! Vale dizer que a Croácia ainda é um dos lugares da Europa que é vantagem dizer que você é brasileiro. Diferentemente de outros países, como Inglaterra, Espanha ou Portugal, onde muitos brasileiros da pior espécie possível já invadiram e queimaram o nosso filme.

Resumindo a rotina dos três dias em Novalja: acordar, passar no centro para comer e começar o esquenta, ir para a praia de Zrce, balada no Papaya à tarde, voltar para o apartamento, tomar banho, se arrumar, continuar bebendo, ir novamente para a balada no Papaya à noite e tentar voltar para o apartamento de madrugada ou no dia seguinte cedo.

IMPERDÍVEL:

– O Papaya, em Zrce Beach, definitivamente é uma das melhores baladas que já fui, em vários aspectos.

– Em 2010, cerveja a 3 euros dentro da balada era um ótimo preço se comparado com a média do resto da Europa.

– Alugar um carro ou ficar hospedado no centro facilita muito a locomoção em Novalja, já que o transporte público era limitado na época.

QUER SABER MAIS SOBRE NOVALJA ? ACESSE TAMBÉM:

Site oficial da cidade

Site sobre Zrce Beach

​- Summer Travel Party

Tiago Leme
Tiago Lemehttps://www.boraviajaragora.com/
Jornalista, autor do Bora Viajar Agora, atualmente morando em Paris, trabalhando como freelancer. Já visitei 77 países. Os posts escritos neste blog são relatos de minhas viagens, com dicas e informações para ajudar outros viajantes.

Leia Também

LAGOS PLITVICE: como ir, o que ver, dicas e trilhas do parque

O espetacular parque nacional da Croácia, com cachoeiras e lagos verdes e azuis

HVAR: o que fazer, como ir, dicas de viagem desta ilha croata

A ilha da moda no mar Adriático, destino mais famoso da Croácia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Posts

HO CHI MINH CITY: o que fazer, como ir, onde ficar

Saigon: das influências francesas e apoio dos EUA na Guerra do Vietnã a uma metrópole vibrante

MONTEGO BAY: o que fazer, como ir, onde ficar

Praia, reggae e o passeio para a lagoa luminosa na capital do turismo da Jamaica

COSTA AMALFITANA e SORRENTO: o que visitar

Um aperitivo das principais cidades e praias da costa mais chique da Itália

CAPRI: o que fazer na ilha, como ir, dicas de viagem

Passeio de barco, Gruta Azul e mais atrações em dois dias de verão na famosa ilha italiana

TEL AVIV: o que fazer, dicas, praias e festas em Israel

Praias, festas e mercados na cidade mais vibrante e liberal de Israel