Greece-flag

IOS: festas, praias e o que mais fazer nesta ilha grega

A ilha grega com festas o dia inteiro e diversão garantida a preços baixos
Publicado em:

Quando fui a Ios: Julho de 2009 e Agosto de 2012

Quanto tempo: 2 dias em cada vez

Se curtir festas e baladas é o objetivo principal de uma viagem à Grécia, Ios sem dúvida nenhuma é uma ilha que precisa estar no roteiro de qualquer jeito. Seja durante o dia, à noite ou varando a madrugada, seja na praia, na piscina, em bares ou boates, esta pequena ilha é garantia de diversão durante o verão europeu. Menos famosa do que a badalada Mykonos e a bela Santorini, Ios tem preços mais baixos do que elas e proporciona férias inesquecíveis sem pesar tanto no bolso. Até por isso, atrai um público mais jovem e tem ótima estrutura para agradar aos turistas mais festeiros.

Ios faz parte do arquipélago das Ilhas Cíclades e também conta com a beleza do Mar Egeu, casinhas brancas e igrejas de telhado azul, aquela imagem típica das Ilhas Gregas. Principalmente na praia de Mylopotas e no centrinho de Chora, o viajante vai encontrar um ambiente bastante animado na alta temporada, lugares que desde os anos 70 eram frequentados por hippies da Europa e depois passaram a receber gente de vários cantos do mundo. Porém, para quem preferir descansar, a ilha também oferece tranquilidade em outros pontos menos visitados.

Eu estive em Ios duas vezes, em julho de 2009 e agosto de 2012, no auge do verão com um grupo de amigos, em viagens que incluíram também Atenas, Mykonos e Santorini (confira roteiro de 10 dias pelas Ilhas Gregas). Foram dois dias em Ios cada vez, tempo dedicado apenas a festas e praia na frente do hostel, com zero intenção de explorar outras atrações turísticas neste caso. Foi diversão intensa e suficiente para despertar a vontade de não ir embora e voltar em outras oportunidades. Como a Grécia é um país com preços acessíveis para o turismo, especialmente na comparação com a Europa Ocidental, é sempre uma boa pedida. Lembrando que, para quem quer agitação, a recomendação é viajar mesmo na alta temporada, ou seja, julho e agosto. Antes, em maio e junho e depois, em setembro e outubro, as festas são limitadas, mas a temperatura ainda é agradável para aproveitar o sol. Nos outros meses do ano, quando não está calor, eu não vejo sentido em viajar para as Ilhas Gregas.

​Não existe aeroporto em Ios, então a única forma de chegar lá é de barco. Para quem quiser ir de avião, o aeroporto mais próximo fica em Santorini, mas esta é uma opção normalmente mais cara. Nas duas vezes que fui pra Grécia, peguei um voo até a capital Atenas e depois usei ferry para circular entre as ilhas. Além de navegar ser mais barato, mesmo durante a alta temporada costuma ser tranquilo comprar o ticket com poucos dias de antecedência ou até mesmo na hora. Para chegar em Ios, existem linhas de ferry que saem de Atenas e de ilhas como Santorini, Mykonos, Naxos, Creta, entre outras, algumas com conexão. Importante citar que os bilhetes de classe econômica não têm assento marcado, então é bom chegar com antecedência para o embarque para garantir um lugar melhor, pois no verão há o risco de lotar de gente e ter que sentar até no chão.

Na primeira vez que fui para as Ilhas Gregas cheguei a Ios em um barco vindo de Santorini, trajeto feito em apenas 50 minutos, por 30 euros, pela Hellenic Seaways. Na segunda vez, parti direto de Atenas para Ios, em um ferry rápido que demorou 4 horas, por 60 euros, pela mesma empresa. Em ambos os casos há alternativas com preços um pouco mais baixos, mas em viagens mais longas. Nesta segunda situação, Atenas-Ios, o ferry mais devagar demora aproximadamente 7 horas no mar. Para ir embora, nas duas ocasiões eu peguei o ferry para Mykonos, este com cerca de duas horas de duração, também pela Hellenic Seaways, por 45 euros na classe mais barata. Outras duas empresas que fazem esses trajetos de barco nas ilhas da Grécia são a Blue Star Ferries e a Sea Jets.

Para circular em Ios, existem linhas de ônibus que ligam os principais pontos de interesse, como o porto, o centro de Chora e a praia de Mylopotas. Muitos hotéis também oferecem transporte para os hóspedes fazerem esses deslocamentos mais comuns, e ainda há a possibilidade de táxis, úteis principalmente à noite. Uma maneira comum de rodar nas Ilhas Gregas é alugar quadriciclos 4×4, como fizemos em Santorini e Mykonos, o que te dá mais liberdade, mas preferimos ficar a pé em Ios, já que o foco eram as festas. E, claro, também há agências de aluguel de moto e carro. Mas lembrando: se beber, não dirija!

HOSPEDAGEM:

No quesito diversão, esta talvez seja a indicação mais certeira de hospedagem de todo o blog: Far Out Beach Club. Pra quem viajar a Ios com o objetivo de festas, este é disparado o melhor local para ficar. Até porque o Far Out não é apenas um hostel, na verdade ele é a própria festa “quase” 24 horas por dia e conta com uma área anexa para os hóspedes dormirem, um espaço grande que oferece desde quartos compartilhados mais simples até acomodações privadas mais confortáveis. Localizado bem em frente à praia de Mylopotas, a apenas 2,5 km do centro de Ios, o local conta com excelente estrutura, piscina, bar, restaurante, mini mercado, festas temáticas, público jovem e é concorridíssimo no verão europeu. Por tudo isso, está em primeiro lugar no nosso ranking Top 10 Party Hostels do Bora Viajar Agora.

Para saber mais sobre as festas, leia o tópico logo abaixo. Para a hospedagem, vão aqui mais algumas informações. Nas minhas duas viagens a Ios eu me hospedei lá, na alta temporada, em esquemas econômicos bem parecidos. Para garantir vaga e um bom custo-benefício, a dica é fazer a reserva com boa antecedência. Em 2009, paguei 28 euros (14 euros por pessoa) na diária de um pequeno e simples bangalô duplo, de bambu e com telhado de palha. Em 2012, saiu por 23 euros um tenda dupla feita de madeira, ainda menor e mais roots, com ventilador e um certo calor. Ambos sem banheiro dentro, com a necessidade de caminhar até um compartilhado por perto.

Mas existem diversas outras opções disponíveis. Quem quiser economizar ainda mais, pode optar por montar uma barraca na área de camping ou pegar uma cama  e dividir quarto com várias pessoas. Quem preferir ter mais privacidade e conforto, pode reservar suítes maiores e com ar condicionado na área chamada de Village Hotel, que fica logo ao lado em um ambiente mais tranquilo, tem piscina exclusiva, restaurante melhor, jardim, decoração mais estilosa e, claro, preços mais altos. Além da facilidade de estar hospedado já no lugar onde rolam animadas festas e com ambiente agradável, o Far Out oferece bons serviços, como por exemplo, transporte gratuito na chegada à ilha, do porto até o hostel. Para quem quiser reservar, as diferentes áreas de hospedagem do Far Out são chamadas de Far Out Camping, Far Out Village e Far Out Hotel & Spa (esta última fica em um local diferente das outras, a 1 km de distância).

– FAÇA AQUI A SUA RESERVA PELO BOOKING.COM OU HOSTELWORLD.COM

FESTAS:

Do início da tarde até umas 22h, o lugar para se divertir em Ios, sem dúvida, é no Far Out Beach Club, na praia de Mylopotas, como já citado acima no tópico de hospedagem. É lá onde rolam as melhores festas todos os dias durante o verão europeu, especialmente em julho e agosto. O Far Out é um hostel, mas a entrada para os eventos é permitida mesmo para quem não está hospedado no local, o público é jovem, turistas de várias nacionalidades, e a “bagunça” acontece na área externa onde tem uma piscina, uma verdadeira pool party. Existem também festas temáticas e com diferentes DJs. Quando eu fui, lembro de ter tido uma festa australiana (tem muito viajante da Austrália por lá) e outra com competição da camiseta molhada, e em todas as vezes a entrada era gratuita, mas mais recentemente vi que alguns dias também houve a presença de DJs internacionais e pode ter cobrança de ingresso para esses eventos especiais. Enfim, é um ambiente bastante animado, descontraído, com música e aquela possibilidade de socializar com pessoas de vários países do mundo. Levando em conta ainda que o bar vende bebidas a preços justos, dá pra se divertir “como se não houvesse amanhã”.

Mas, calma, não acaba aí. A festa no Far Out pode ser apenas um esquenta para a noite de verdade. Depois disso e varando a madrugada, a agitação e as baladas acontecem no centro de Ios, chamado de Chora, um “labirinto” de pequenas ruas para pedestres entre as tradicionais casinhas brancas da Grécia, cheio de subidas e descidas morro acima, com dezenas de bares com música e boates espalhados por lá. Com raras exceções, os espaços não são grandes, em muitos não se paga nada para entrar, em alguns é cobrado 5 ou 10 euros, mas com shots e bebidas inclusas. Então, o esquema é andar pela região, entrar em vários lugares diferentes para conhecer, pegar uma cerveja Mythos aqui, um shot de Jagermeister ali e ficar onde mais agradar, em uma espécie de pub crawl de maneira independente. No fim da noite é difícil lembrar exatamente os nomes dos locais, mas alguns dos bares/boates mais conhecidos lá são o Shamrock, Red Bull, Rehab, Coo, Pash, Helios, Disco 69… Com preços mais baixos do que Mykonos, por exemplo, ilha grega mais famosa e com baladas maiores, Ios é garantia de diversão sem gastar muito dinheiro. Para isso, basta entrar no clima da festa, falar um “parakalo” (“por favor”, em grego) ou um “efharisto” (“obrigado”) e correr pro abraço!

O QUE MAIS FAZER:

Como nossa prioridade em Ios foram as festas, pouco conhecemos além disso. No entanto, apesar de esta ilha montanhosa ser pequena, existem alguns atrativos para quem quer tranquilidade, principalmente praias. A Mylopotas Beach é a mais conhecida, com melhor estrutura na areia e tem fácil acesso, mas a que dizem ser a mais bonita é a Manganari, mais afastada, a 17 km do centro. Outras praias de destaque são a Yialos ou Gialos (mais perto do porto), Koumbara (onde fica o Erego Beach Club), Kalamos, Psathi e Klima. Em Chora, o centro de Ios, além dos bares e baladas que agitam a noite, há um ambiente mais calmo durante o dia, com diversas lojas e também igrejas naquele estilo grego, com paredes brancas e telhados azuis, como a Catedral de Ios logo na praça principal. Ali perto ficam a pequena igreja de Agia Irini e o anfiteatro Odysseas Elytis.

Ios ainda conta com bons restaurantes de tipos variados, incluindo especialidades da gastronomia da Grécia, como a moussaka (quase uma lasanha de cordeiro), o souvlaki (churrasquinho grego no espeto) ou a baklava (tipo um pastel doce) de sobremesa. Mas nosso ritmo intenso de festas naquela época não me permitiu apreciar bem nenhum estabelecimento em específico. Então a indicação vai para o gyros pita, que é sem dúvida a refeição mais econômica no país (a partir de uns 3 euros), uma espécie de kebab à moda grega, que inclui até batata frita dentro do pão. Um verdadeiro fast food local, encontrado quase em toda esquina, em qualquer bar ou restaurante.

IMPERDÍVEL

– Para quem quer diversão, o Far Out Beach Club é sem dúvida o melhor lugar para se hospedar e para as festas à tarde na piscina.

– Com preços mais baixos do que ilhas mais famosas como Mykonos e Santorini, Ios precisa estar no roteiro se o foco da viagem for festas.]

– O gyros pita, uma espécie de kebab à moda grega, é a refeição mais barata e prática no país. Ótima opção para economizar por lá.

QUER SABER MAIS SOBRE IOS ? ACESSE TAMBÉM:

Site oficial da ilha

Tiago Leme
Tiago Lemehttps://www.boraviajaragora.com/
Jornalista, autor do Bora Viajar Agora, atualmente morando em Paris, trabalhando como freelancer. Já visitei 77 países. Os posts escritos neste blog são relatos de minhas viagens, com dicas e informações para ajudar outros viajantes.

Leia Também

ILHAS GREGAS: roteiro de 10 dias por quatro destinos

Roteiro completo de viagem nas Ilhas Gregas, de 10 dias por quatro destinos na Grécia: Santorini, Ios, Mykonos e Atenas

SANTORINI: o que fazer, onde ver o melhor pôr do sol da Grécia

A imagem das Ilhas Gregas, com casinhas brancas e o concorrido pôr do sol no Mar Egeu

MYKONOS: dicas das melhores praias e festas, o que fazer

Praias, festas e diversão para todos os gostos: a ilha mais democrática da Grécia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Posts

SAINT BARTH: as melhores praias, o que fazer, como ir

Uma (tentativa de) viagem barata na ilha francesa dos milionários e celebridades no Caribe

GORGES DU VERDON: como ir, o que fazer, onde ficar

Um dia no maior cânion da Europa, com pedalinho no lago e os campos de lavanda

MARSELHA: como ir às calanques, o que fazer, onde ficar

As belas calanques, praia, sol, imigrantes e uma França bem diferente da capital

SÃO PETERSBURGO: o que fazer, roteiro, dicas de viagem

Com toque europeu, a luxuosa cidade imperial dos czares russos, cultura e as noites brancas

IOS: festas, praias e o que mais fazer nesta ilha grega

A ilha grega com festas o dia inteiro e diversão garantida a preços baixos